Perfil: Entrar · Registo ##USERNAME## · ##I18N_LOGOUT##

consultas e exames na gravidez

Conteúdos

​Riscos da amniocentese para a mãe e para o bebé Os principais riscos da amniocentese para a gravidez.

Porque é realizada a amniocentese?

Amniocentese é um exame pré-natal que permite diagnosticar malformações congénitas e outras anomalias cromossomáticas do bebé.

A realização da amniocentese comporta vários riscos, incluindo:

Aborto.

Fazer a amniocentese no 2º Trimestre da gravidez comporta um risco baixo de aborto espontâneo - entre 1 em 300 e 1 em 500. A pesquisa sugere que o risco de aborto espontâneo é maior quando o teste é feito antes da 15ª semana da gravidez.

Ferimento com a agulha.

Durante a amniocentese o bebé pode mover um braço ou uma perna na direção da agulha. No entanto, lesões graves com agulhas são raras uma vez que a sonda permite ao médico encontrar a bolsa amniótica a uma distância segura do bebé.

Fuga de líquido amniótico.

Raramente, o líquido amniótico escorre através da vagina após a amniocentese. Se a fuga parar, a gravidez prossegue normalmente (é aconselhado descanso durante o dia do exame). É possível, no entanto, que uma fuga crónica de líquido amniótico possa originar problemas ortopédicos no bebé.

Sensibilização Rh.

Raramente, a amniocentese pode fazer com que as células do sangue do bebé entrem na corrente sanguínea da mãe. Se o seu sangue tiver fator Rh negativo, ser-lhe-á administrada uma injeção de imunoglobulina Rh após a realização da amniocentese para impedir que o seu corpo produza anticorpos contra as células do sangue do bebé.

Infeção.

Raramente, a amniocentese pode desencadear uma infeção uterina.

Transmissão da infeção.

Se tiver uma infeção - como o vírus da hepatite C, toxoplasmose ou vírus da imunodeficiência humana - a infeção pode ser transmitida para o seu bebé durante a amniocentese.

Lembre-se, a amniocentese genética é normalmente sugerida pelo médico quando os resultados dos exames de despistagem do 1º Trimestre da gravidez indiciam um problema com impacto significativo no futuro desenvolvimento do bebé. Em última análise, a decisão de fazer o exame é sua e do seu companheiro. Só o médico os pode esclarecer devida e totalmente sobre todas as vantagens e desvantagens do teste. 


Referências bibliográficas:

  • Artigo Amniocentesis de Mayo Clinic staff - http://www.mayoclinic.com/health/amniocentesis
  • A Biblia da Gravidez, Anne Deans, Editorial Estampa
  • Gravidez e Parto, Mary Steen, Civilização Editora
  • Grávida - Livro de Instruções, Sarah Jordan e David Ufberg, Arte Plural Edições
  • Fertilidade e Concepção, Zita West, Civilização Editor
8 de Novembro de 2013
Outros artigos que lhe podem interessar
Impresso em www.maemequer.pt

Este website utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação e aumentar a usabilidade do mesmo.
Para aceitar o uso de cookies basta continuar a navegar no website. Para mais informação consulte a informação sobre cookies.

Uso de Cookies

Este site usa cookies com o objectivo de lhe garantir uma melhor experiência de navegação. Alguns destes cookies são necessários para que este site funcione.

Outros são guardados para o reconhecer quando regressa ao site e para ajudar a nossa equipa a perceber que secções acha mais úteis e interessantes.

Não guardamos informação pessoal.

Se concorda com o uso de cookies do site Mãe-Me-Quer, por favor escolha "Concordo"

×